Agora o Blues com Z é 100% Blues Brasil.
Essa é nossa mais nova iniciativa para divulgar e incentivar o gênero no país.
De Norte a Sul do Brasil o Blues é praticado e estamos abrindo espaço para todo brasuca que queira expressar seu feeling Blues.
Continuamos com os bate-papos. Toda semana um nome ou uma banda nacional para nos contar como é fazer Blues por aqui.
"....O velho Blues não tem formato, nem receira, nem religião,a cor da pele não se mete nisso..."




Seja bem-vindo, o blues vai rolar! E como dizia o mestre Muddy Waters, "pedras que rolam não criam limo".

5 de dezembro de 2007

Os Novos Festivais de Blues pelo Brasil - Final


Abrindo o último post sobre os Festivais de Blues no Brasil, além de novos Festivais pelo país afora (em seguida), destacamos uma das pioneiras casas de espetáculos a promover estes eventos. A paulistana Bourbon Street Music Club (foto log), na ativa há quase 15 anos, consolidou-se como uma das casas de shows mais respeitadas da cidade e do Brasil. Pelo palco passaram (e passam) estrelas de primeira grandeza da música americana, além de representantes nacionais do jazz, funk, soul, blues e rhythm'n'blues. Um dos destaques da decoração é uma guitarra autografada por B.B. King - exposta numa redoma de vidro logo na entrada.O nome da casa é uma referência à mais famosa rua do famoso French Quarter, em New Orleans. De lá também surgiram grande parte das revelações musicais levadas ao Bourbon Street e consagradas pelo público. Nomes como Marva Wright, Jon Cleary e Davell Crawford fazem parte desse grupo. Mas estrelas como B.B. King, Ray Charles, Billy Paul e Dianne Schuur também já protagonizaram espetáculos apoteóticos no pub mais americano de São Paulo. Ao longo destes anos, o Bourbon, já promovei dezenas de Festivas de Blues. Para comemorar seus dez anos, em 2003,a casa trouxe músicos de Nova Orleans, na Louisiana, nos EUA, para o Bourbon Street Fest.
Para destacar suas raízes musicais, o Bourbon Street apresentou um panorama bem atual da música da Louisiana, com toda sua diversidade de ritmos e estilos.
Foram sete atrações que representam os gêneros musicais mais significativos de Nova Orleans: jazz tradicional, blues, zydeco, gospel, rhythm n' blues, soul e brass band. A modernidade da música eletrônica também está presente na programação.

Os Novos Festivais

Nos últimos anos, os orgãos públicos (prefeituras) e instituições mantidas pelo comércio de bens e serviços (SESC) tem promovido festivais de Blues por todo Brasil.
Em Niteroi/RJ, por exemplo, a Prefeitura local, há 4 anos promove o Niterói de Alma Blues Festival, apresentando grandes nomes do Blues nacional no Teatro Popular "Oscar Nyemaier (foto). que já se incorporou nos eventos de aniversário do município. Evento idealizado pelo músico Renato Zanata.
Em Ribeirão Preto/SP, a primeira cidade do país a promover um Festival de Blues no Brasil, continua na ativa. Este ano apresentou mais uma edição do Sesc N Blues com MARVA WRIGHT como atração internacional e grandes nomes do Blues nacional como Nuno Mindelis e outros.
Campinas, Buzios, Tiradentes, Goiania, Florianópolis, Blumenau, Belo Horizonte, Recife, Curitiba, Campo Grande e tantas outras cidades , agora em São Luis do Maranhão, que este ano apresentou o Bagdad Blues Festival, com quatro bandas locais, uma de Brasília e outra de Fortaleza.
Concluimos, que o Blues no Brasil tem terreno fértil. Possui um seguimento da sociedade (undergroud) bastante ativo. Mesmo com todos os problemas de um país em desenvolvimento e conservador, tem muita gente interessada, especialmente amantes de Blues e de música de qualidade, em promover esta cultura, que reputamos universal e livre.

Por Edu Soliani
Fontes - Internet

Um comentário:

Gustavo disse...

adorei a serie sobre os festivais mt boa me acrescentou mts informações q eu desconheçia,grande riquesa de detalhes.estamos todos anciosos pelo proximo programa!
abraço Blues com Z!